O SAMBA DA TERRA

No meio das minhas costas,
vibra um sol.
No meio dos meus seios,
vive uma flor.
No meio das minhas pernas,
brinca uma menina.

Minha mão é estrela,
meu pé é pata,
meu coração corre água,
meu pulmão corre vento.

Meu pensamento, o samba da Terra
nos sertões, praias e chapadas.

(Guebo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário