CÉU

O céu, el cielo,
Imensidão
Que nos Une.

Céu cheio
De caminos y
Lleno de deseos.

Céu, Pai,
Oxalá, Criador
Da Origem, Orís e Orixás.

Seu Corpo hecho
De nuestras materias,
Sentidos, vozes, verdades.

Me abraças, me vês,
Me anhelas, me extrañas,
Me desenhas, me envolves,
Me encuentras en el cielo.

Eu deposito a luz branca
No teu seio.
Ela desce das nuvens
Pelo arco-irís.

Te desperta a cura,
O equilíbrio, o brilho;
E a mim volta, pelo coqueiro:
Amor, delirio, lírio.

O céu, nuestro 8 infinito.

(Guebo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário