SILENCIA

O silêncio acaricia, acalma, cria.

O silêncio de Clarice, o silêncio da noite, o silêncio da praia, o silêncio do livro, o silêncio do beijo, o silêncio do sonho, o silêncio da música, o silêncio da terra, o silêncio do espaço, o silêncio da amizade, o silêncio do sono, o silêncio do filme, o silêncio do artesanato, o silêncio da cachoeira, o silêncio da carta, o silêncio do mar, o silêncio da cama, o silêncio do olhar, o silêncio do outro, o silêncio do cheiro, o silêncio do medo, o silêncio do espelho, o silêncio do céu, o silêncio do fogo, o silêncio do poema, o silêncio do sim, o silêncio da sala, o silêncio da dança, o silêncio do sangue, o silêncio do quadro, o silêncio da árvore, o silêncio do sexo, o silêncio do fim.

(Guebo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário