INTIMIDADE

parece que somos estranhas,
mas não...

somos tão íntimas!
sentimos tão parecido.

cada uma de nós,
que prova da vida,

experimenta alegrias,
experimenta sofrimentos.

pode olhar,
qualquer uma

queimando por dentro,
ou gelada por dentro

quer ser feliz,
quer não sofrer.

por trás de
medo e raiva
que nos afastam,

além dessa correria
que nos perdemos
pelo tempo,

nossa intimidade
persiste


à espera
da descoberta


que somos todas
amigas.

(Guebo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário